• Lista de Livros Fuvest 2013, 2014 e 2015

    A Fuvest divulgou, na tarde desta quarta-feira (23), a lista unificada de obras de leitura obrigatória para os processos seletivos para 2014 da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

    De acordo com a assessoria de imprensa da Fuvest, o Conselho de Graduação (CoG) da USP manteve, durante reunião realizada no dia 15 de janeiro, a lista de livros obrigatórios no último vestibular. Veja a relação:

    VEJA OS LIVROS COBRADOS NOS VESTIBULARES DA FUVEST E DA UNICAMP
    Vestibulares da Fuvest e Unicamp terão quatro livros novos (Foto: TV Globo/Reprodução)

     

    ‘Viagens na minha terra’
    Autor: Almeida Garrett
    Ano: 1846

    É uma obra que mistura um relato de viagens com diário e a história da literatura portuguesa. Quando D. Pedro I volta a Portugal e assume o trono cria-se um período progressista de liberdade, Garrett volta do exílio e escreve a obra. Ele vai defender o governo e insere dentro do livro uma noveleta “A menina dos rouxinóis”, tragédia que mistura ficção e realidade.

    ‘Til’
    Autor: José de Alencar
    Ano: 1872

    Segundo o professor Marcílio Gomes Júnior, do cursinho Oficina do Estudante, de Campinas, “Til”é um romance regionalista, de fazenda. Ele desdobra dramas do interior do Brasil com uma trama, uma das especialidades de José de Alencar.

    ‘Memórias de um sargento de milícias’
    Autor: Manuel Antônio de Almeida
    Ano: 1854

    A obra traz histórias de amor e aventura. Segundo Marcílio, existem elementos no livro que permitem considerá-lo uma obra romântica. No entanto, ele não se enquadra no figurino romântico tradicional.

    ‘Memórias póstumas de Brás Cubas’
    Autor: Machado de Assis
    Ano: 1880

    Veja no vídeo ao lado detalhes da vida e da obra literária de Machado de Assis, que teve seu centenário comemorado em 2008.

    ‘O cortiço’
    Autor: Aluísio Azevedo
    Ano: 1890

    O romance “O Cortiço”, de Aluísio Azevedo, enquadra-se no Realismo de pendência naturalista de fins do século XIX. A obra tem como característica a sexualização dos enredos e a animalização dos personagens.

    ‘A cidade e as serras’
    Autor: Eça de Queirós
    Ano: 1901

    O romance, que narra a história do personagem Jacinto, faz parte da terceira fase da carreira do autor realista português Eça de Queirós.

    ‘Vidas secas’
    Autor: Graciliano Ramos
    Ano: 1938

    A obra de Graciliano Ramos pertence à segunda fase do Modernismo. O autor retrata uma família de retirantes na seca nordestina. A partir de cada um dos personagens, o escritor expõe os dilemas do ser humano.

    ‘Capitães da areia’
    Autor: Jorge Amado
    Ano: 1937

    A obra de Jorge Amado retrata a realidade urbana de um grupo de meninos de rua. O autor, um dos escritores brasilerios mais lidos, propõe uma reflexão sobre a vida de menores abandonados.

    ‘Sentimento do mundo’ 
    Autor: Carlos Drummond de Andrade
    Ano: 1940

    Este livro “Sentimento do mundo” foi publicado em plena Segunda Guerra Mundial. É uma visão universal dos dramas humanos que estava se passando em termos de inquietude, fragilidade e insegurança diante da guerra, não só o Brasil, mas todo o mundo.

    Fonte: G1


    Gostou do artigo? Ajude-nos clicando em + 1  


    Facebook

    Deixe um Comentário

    16 consultas em 3,164 segundos.