• Inscrição Jovem Aprendiz 2013 2014 Caixa Economica Federal

    Inscrição Jovem Aprendiz 2013 Caixa Economica Federal. Este é um programa de aprendizagem voltado a jovens de baixa renda, o Jovem Aprendiz Caixa Econômica Federal, que objetiva oferecer capacitação profissional em serviços bancários e administrativos, Para ingressar na iniciativa, é preciso ter menos de 22 anos, ter concluído o Ensino Fundamental, e, caso não tenha finalizado o Ensino Médio, estar regularmente matriculado em uma escola.

    A participação do jovem prendiz no programa, terá duração de até dois anos, e os jovens atuarão nos pontos de venda da CAIXA ECONOMICA FEDERAL. A jornada de trabalho é de seis horas diárias, durante quatro dias úteis. No quinto dia, o participante terá aulas ministradas pela entidade conveniada que será o CIEE ou outra escola participante, responsável pela contratação e capacitação teórica.

    Desde o ano de 2003, a CAIXA recebe adolescentes entre 15 e 18 anos, dentro do programa Adolescente Aprendiz, em parceria com entidades convenentes. Um acordo assinado entre o banco e o Ministério do Trabalho e Emprego, em 24 de novembro 2008, ampliou a proposta, para atender jovens de até 24 anos.

    Adolescente Aprendiz

    A Caixa Econômica Federal abriu cerca de 3 mil vagas* para o Programa Adolescente Aprendiz. Os interessados devem entrar em contato com as entidades selecionadas, para efetuar a inscrição. É necessário ter de 14 anos e meio a 16 anos incompletos, estar cursando, no mínimo, o 9º ano do Ensino Fundamental e possuir renda familiar per capita de até meio salário mínimo.

    A contratação será realizada, gradualmente, nas localidades onde houver vaga disponível e de acordo com as necessidades estratégicas da CAIXA. O contrato tem a duração de 24 meses e os adolescentes serão capacitados nas ocupações de contínuo (office-boy), auxiliar de escritório e escriturário. Os benefícios oferecidos são: remuneração de um salário mínimo nacional, vale-alimentação (R$ 5,00 por dia útil), vale-transporte (de acordo com a necessidade de deslocamento do aprendiz), férias e 13º salário.

    O programa, criado em 2003, já beneficiou mais de 17 mil adolescentes. O objetivo do projeto é promover a inclusão social do jovem, de família em situação de vulnerabilidade socioeconômica, no mercado de trabalho, por meio de sua capacitação profissional em serviços bancários e administrativos.

    Relação de entidades conveniadas:

    Nome Sítio/E-mail Telefone
    CIEE – Centro de Integração Empresa Escola www.ciee.org.br (11) 3040-9800
    RENAPSI – Rede Nacional de Aprendizagem www.renapsi.org.br (61) 3038-4500
    CESAM – Inspetoria São João Bosco www.salesiano.br (31) 2103-1200
    RASC – Recuperação e Assistência Cristã www.rasc.com.br (14) 3879-3138
    MDCA – Movimento pelos Direitos da Criança e do Adolescente www.mdca.org.br (51) 3339-7274
    CIPS – Consórcio Intermunicipal de Promoção Social ssocial@cipsbauru.com.br (14) 3879-6961
    Movimento República de Emaús www.movimentodeemaus.org (91) 3238-8333
    Bairro da Juventude dos Padres Rogacionistas www.bairrodajuventude.org.br (48) 3439-9900
    CIEE – Centro de Integração Empresa Escola www.cieesc.org.br (48) 3216-1446
    Sociedade Eunice Weaver do Maranhão sewma@hotmail.com (98) 3279-2026
    CEACA – Centro Comunitário Lídia dos Santos www.ceaca.org.br (21) 3879-4671
    SELETA – Sociedade Caritativa e Humanitária www.seletams.com.br (67) 3357-7343
    AVAPE – Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência www.avape.org.br (11) 4334-8200
    COMBEMTU – Associação de Atendimento à Criança e ao Adolescente combemtu@hotmail.com (48) 3628-0965
    CEACA – Centro Comunitário Lídia dos Santos www.ceaca.org.br (21) 3879-4671
    IDES – Irmandade do Divino Espírito Santo www.idespromenor.org.br (48) 3224-5008
    Casa de Ismael – Lar da Criança www.casadeismael.org (61) 3272-4731
    Obras Sociais da Fraternidade do Centro Espírita Jerônimo Candinho diretoriaofjc@gmail.com (61) 3039-5163

    Jovem Aprendiz

    O Programa de Aprendizagem da CAIXA atende a jovens entre 18 e 24 anos em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Os jovens têm renda familiar per capita de até R$ 137,00 (parâmetro Bolsa-Família) e estão regularmente matriculados na rede de ensino, cursando no mínimo o 1º ano do Ensino Médio. Os Jovens recebem capacitação teórica na Entidade Convenente e capacitação prática no desenvolvimento de suas atividades nas unidades da CAIXA.


    Gostou do artigo? Ajude-nos clicando em + 1  


    Facebook

    Deixe um Comentário


    24 consultas em 0,868 segundos.