Sangramento na Gengiva: Como Tratar e Principais Causas

A gengivite é uma enfermidade inflamatória muito comum. É causada principalmente por uma incorreta higienização oral que favorece a formação da placa dental. Pequenas quantidades de alimento se depositam entre os dentes e a gengiva e favorecem o crescimento bacteriano. Mesmo que a quantidade de alimento acumulado entre os dentes e a gengiva seja pequena, os químicos tóxicos produzidos pelas bactérias causam inflamação e sangramento das gengivas.
Se esssa condição permanece, a enfermidade pode evoluir para um estado crônico, provocar bolsas periodontais, hemorragia espontânea e excessiva, amolecimento dental e a perda do osso alveolar que sustenta os dentes. Nesses casos, também é grande a chance de perda dos dentes.
As formas de apresentação da doença podem variar, desde a mudança de cor da gengiva, que adquire tom mais avermelhado, até o inchaço local sem dor. Nessa condição, a gengiva sangra muito facilmente ante pequenos traumatismos como ao escovar os dentes. Também pode ocorrer uma intensificação desses sintomas, combinada com muita dor.

Diagnóstico e prevenção

Primeiro o dentista fará um exame físico que confirmará a presença desses sintomas.

Para prevenir a gengivite, devemos, em primeiro lugar, escovar os dentes e a língua pelo menos três vezes a o dia, sempre depois de cada refeição. Usar fio dental para retirar o restos dos alimentos que se acumulam entre os dentes e enxágues dentais. Também é importante incluir na dieta frutas frescas, alimentos ricos em fibras e vitamina C (limão, laranja, kiwi, acerola, goiaba, tangerina) e alimentos ricos em vitamina B3, presente naturalmente em cereais integrais (milho, arroz, trigo, aveia), além de leguminosas (amendoim, soja, feijão, grão-de-bico, lentilhas). É preciso evitar o consumo de gorduras animais, açúcar refinado, alimentos fabricados com farinha de trigo branca, arroz branco e outros alimentos processados ricos, quase que totalmente, em amidos. Esses alimentos combinados com a má higienização bucal provocam a enfermidade periodontal, já que as bactérias que produzem a gengivite se nutrem do açúcar e do amido presentes nesses alimentos.

Causas da gengivite

  • Drogas ilegais (crack, OXI, cocaína, etc.)
  • Cigarro
  • Estresse
  • Infecções virais e fúngicas
  • Medicamentos
  • Nutrição deficiente, falta de vitamina C
  • Prótese dental mal ajustada
  • Mudanças hormonais durante a gravidez
  • Mudanças hormonais durante a puberdade
  • Outras

Sintomas de gengivite

  • Mau hálito (halitose)
  • Dor ao redor dos dentes afetados
  • Gengivas de coloração avermelhada forte
  • Sensação de que os dentes estão separados e se movem
  • Gosto ruim na boca
  • As gengivas se movem em vez de estar bem ajustadas ao redor dos dentes
  • Sangramento ao comer ou escovar os dentes
  • Em casos graves, acumulação de pus

Tratamento Natural

A infecção que causa a gengivite pode ser combatida com enxágue bucal realizado com o chá de plantas que ajudam a desinfetar e tem alguma ação anti-inflamatória. Dois exemplos são a camomila e o tomilho. Esses tratamentos são potencializados com a ingestão de vitamina C. Para isso, basta tomar o suco de duas laranjas diariamente.

Enxágues bucais que tenham na sua composição óleos essenciais de menta, mentol e sálvia, ajudam na desinfecção e alívio dos sintomas. Massagear a gengiva com a ponta do dedo e algumas gotas de óleo de eucalipto também pode ajudar.

Outro recurso natural é fazer gargarejos com água e sal. Em um copo (200 ml) com água morna, coloque meia colher (chá) de sal. A mistura salina melhora a higiene bucal e ajuda a desinchar a gengiva.
Se você sofre com alguns dos sintomas da gengivite, faça uma visita ao seu dentista periodicamente.

Gostou do artigo? Ajude-nos clicando em + 1  


Facebook

Deixe um Comentário

25 consultas em 0,767 segundos.